TERAPIA INTENSIVA ADULTA

No Distrito Federal, a Rede Dasa possui três hospitais: o Hospital Brasília (Lago Sul), o Hospital Brasília Unidade Águas Claras e a Maternidade Brasília

Fundado em 1987, o Hospital Brasília está localizado no Lago Sul e é centro de referência de alta performance em saúde, com infraestrutura, tecnologia e equipes capacitadas para emergências, atendimentos eletivos e de alta complexidade.

Ao longo do tempo tornou-se referência no atendimento das linhas de cuidado de alta complexidade, em todas as especialidades clínicas e cirúrgicas. Segue protocolos internacionais e possui acreditação internacional diamante na metodologia QMentum International™.

É pioneiro na realização de transplante de órgãos sólidos e também é referência em transplantes de medula óssea autólogo e halogênico.

Possui duas modalidades de especialização em Terapia Intensiva, a residência médica, com pré-requisitos de Residência em Clínica Médica, Cirurgia Geral, Anestesiologia, Neurologia e Infectologia, e duração de dois anos, regulamentada pelo MEC e o Programa de Especialização em Medicina Intensiva, com acesso direto a partir da graduação em medicina e duração de 4 anos, regulamentado pela Associação Brasileira de Medicina Intensiva.

O corpo de preceptores tem grande experiência na área de educação, tem renome nacional atuando há anos na formação de intensivistas em Brasília e outros estados. Recebemos especializandos de vários centros do país, criando uma boa oportunidade de networking.

Contamos com 6 UTIs, nas três unidades hospitalares da rede contemplando leitos especializados para UTIs Materna, Cardiológica Neurológica e Geral.

Em 2020 foi iniciado o Núcleo de Assistência Ventilatória, formado por um grupo multidisciplinar com forte atuação nas terapias intensivas, voltado ao estudo e implementação de técnicas avançadas de ventilação mecânica em pacientes de elevada complexidade.

O residente terá acesso ao que há de mais moderno na terapia intensiva, com forte treinamento em monitorização hemodinâmica avançada, ventilação mecânica,  ultrassonografia point-of-care e ECMO, por exemplo. 

 

Outro ponto forte é a oportunidade de produção científica. Os staffs da UTI participam de inúmeros trials de pesquisa multicêntricos, nacionais e internacionais. O ambiente é propício ao desenvolvimento de pesquisas internas, algumas delas lideradas pelos próprios residentes sêniores.

 

O programa conta ainda com convênios com grandes serviços de terapia intensiva no Brasil, e alguns no exterior, com possibilidade de estágios eletivos.